Posts com Tag ‘infográficos didáticos’

Copyright 1996 Randy Glasbergen. www.glasbergen.com

Nativos digitais e a escola tradicional: realidades distintas.

Atualmente, algo que não podemos deixar de notar é a negação do jovem à escola. Este “não” que grupos de adolescentes e crianças manifestam cada vez mais intensamente deve ser visto como um fenômeno social complexo, com diversas causas. Aqui, aponto apenas duas, intimamente relacionadas entre si: as práticas de ensino na sala de aula; e a evolução nos meios de comunicação, especialmente a internet.

A grande maioria das salas de aula brasileiras da atualidade funciona da seguinte maneira: um professor em seu tablado despeja “conhecimento” a seus alunos, que disciplinadamente devem anotar e guardar todo o conteúdo. O mesmo conteúdo ensinado a uma mesma turma de alunos deve ser absorvido da mesma maneira por todos, e aqueles com menor desempenho na avaliação final são vistos como menos interessados ou, muitas vezes, como menos capazes.

Fora das salas de aula – não necessariamente fora da escola – alunos têm acesso a ferramentas geralmente vistas com opostas ao material pedagógico: jogos de vídeo game altamente complexos e sofisticados, com gráficos poderosos e enredos envolventes; a internet e a difusão de um conhecimento aparentemente infinito mas muitas vezes de origem duvidosa; etc.

A questão é que quanto mais novos são os alunos, mais habituados são a estas ferramentas. São os chamados nativos digitais. Para eles, os velhos livros em preto e branco e este modelo de aula, pouco interativo e desvinculado de seu dia a dia não são atrativos de maneira alguma. A proposta deste blog é sugerir novas ferramentas para utilização da tecnologia digital na sala de aula, especialmente no ensino de história. Solucionar a negação do jovem à escola é uma tarefa complexa, que exige a atuação de todos os profissionais que realmente se importam com a educação. A associação tecnologia/escola é apenas uma questão a ser trabalhada.

Em posts futuros, colocarei aqui infográficos didáticos, com conteúdo para aulas de história. Os infográficos são ferramentas interativas e altamente visuais, que podem aproximar o conteúdo de história à práticas utilizadas por ele no dia a dia. Minha proposta é problematizar o conteúdo transmitido na sala de aula, trazendo-o para a realidade do aluno, e propor atividades de reflexão, para que o aluno também a aprenda a produzir seu conhecimento, e não apenas recebe-lo do professor.